Saturday, July 03, 2004

Até sempre

Sophia de Mello Breyner Andresen faleceu ontem, em Lisboa.
A sua poesia está viva. O seu encanto ainda mais. A morte só nos separa. As suas palavras continuam bem perto de nós.

MAR NOVO

AUSÊNCIA


Num deserto sem água
Numa noite sem lua
Num país sem nome
Ou numa terra nua

Por maior que seja o desespero
Nenhuma ausência é mais funda do que a tua
.

(Sophia de Mello Breyner Andresen)

2 Comments:

At 5:10 PM , Blogger Nuno said...

Era mãe de quem?

 
At 2:18 PM , Blogger cv said...

A morte é demasiado pequena para tão grande Sofia...
Sabia que não te esquecerias de a homenagear!

 

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home