Wednesday, December 08, 2004

Cais


Cais junto a Santa Apolónia, em Lisboa


(...)
Para um nocturno mar vão os navios.
Vão.
O seu rouco grito é de quem fica
No cais dividido e mutilado
E destruído entre poemas pasma.


SOPHIA de MELLO BREYNER ANDRESEN, CAIS, MAR NOVO.

1 Comments:

At 12:22 AM , Blogger ognid said...

Boa, boa :) gosto desse efeito. bjs

 

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home