Thursday, January 20, 2005

Parabéns a Eugénio de Andrade!


Largo da Graça, em Lisboa- Janeiro de 2005


(...)
Ao fim da tarde, o canto
do pequeno pássaro e o vento diziam
a mesma coisa: não deixes o incêndio
do deserto invadir-te o coração.
Sem que tu o suspeites, sequer.


EUGÉNIO DE ANDRADE, POEMA DE INVERNO.

6 Comments:

At 10:25 AM , Blogger Lolita said...

Eu só quero saber quando vou comer o tal bolo que sabe a rosas!

 
At 3:01 PM , Blogger Lmatta said...

Ola parece neve era uma maravilha
Gosto muito .
Beijinhos

 
At 8:22 PM , Blogger ognid said...

Bela homenagem ao Eugénio de Andrade. Gostei muito do trabalho sobre a fotografia :) bjs

 
At 12:39 PM , Blogger PT said...

Amiga
Não tenho tido tempo para visitar o teu blogg, mas nunca me esqueço de ti. A foto está espectacular e o poema é lindíssimo continuas de parabéns nesta tua aventura. Ah! Já soube que estás prestes a debater a tua tese, os meus sinceros votos de felicidades e muita sorte.
Beijinhos e até breve

 
At 4:13 PM , Blogger MJM said...

Não sei se já te tinha dito, mas o bairro da Graça é o meu favorito dos bairros de Lisboa. Essa foto, assim apresentada, lembrou-me a cor dessa zona da cidade: azul[T[ejo)].
Grande Eugénio!!!!
Kisses

 
At 1:52 PM , Anonymous Anonymous said...

Perfeito! Sem dúvida uma das minha favoritas conjugações. Poema e foto. Estavas nostalgicamente inspirada... Continua! CV

 

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home