Friday, June 02, 2006

Os meus trabalhos de Hércules

Há quem leve uma vida inteira, profissionalmente falando, sem ter que se embrulhar em fórmulas matemáticas. Esses executores, normalmente, lidam melhor com a oratória e cedo descobrem a sua preferência por profissões como a advocacia, fugindo prematuramente à dialéctica numérica.
Na verdade, o mundo dos números (tirando as inevitáveis contas domésticas) é uma esfera que só alguns ao longo da vida vão explorando e desafiando, tornando-se quase inacessível para os oriundos das “letras”.
Mas uma viagem ao território da álgebra e da geometria, com bilhete marcado de ida e volta, é, posso-vos garantir, uma aventura enriquecedora. Os números e as expressões matemáticas assumem um despique à mente trilhada em argumentos e contra alegações, gerando uma adrenalina só própria de gentes viciadas em resultados absolutos. É literalmente 2+2=4 e outra coisa não poderá ser, mesmo, que tal esforço implique um sem número de exercícios para atingir um único resultado final. A árdua procura incessante da mais pura objectividade.
Uma experiência única, diga-se!

3 Comments:

At 1:10 AM , Blogger Mocho Falante said...

acredita que tentei mas na verdade nunca ultrapassei a barreira dos algarismos...deixei-me ficar pelas letras e não me arrependi

beijos

 
At 10:30 AM , Blogger errezinha said...

Amiga, tu não me fales em números que fico logo com dores de cabeça! ;)

 
At 10:04 PM , Blogger Sony Hari said...

A malta está contigo nesta expedição matemática. Venham elas, as equações, as derivadas, as primitivas e afins ...

 

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home